Com goleiros e zagueiros, setor defensivo faz a diferença na rodada

.

Após o encerramento da 2ª rodada do Campeonato Brasileiro, os cartoleiros de plantão tiveram mais uma amostra do que podem esperar de seus times na competição. Na ponta de cima da tabela despontam Atlético-MG, Vasco, São Paulo e Corinthians com 100% de aproveitamento. Logo depois aparecem Flamengo e Palmeiras com uma vitória e um empate cada.

Na briga pela artilharia, Bernardo do Vasco marcou mais uma vez e agora está isolado na ponta com três gols. Na sequência, com dois gols cada, aparecem Bottinelli (Flamengo), Jobson (Bahia), Leonardo Silva (Atlético-MG), Lucas (São Paulo), Magno Alves (Atlético-MG) e Ronaldinho Gaúcho (Flamengo).

O simbólico título de muralha da rodada fica com Victor, goleiro do Grêmio e da seleção. O arqueiro tricolor fechou o gol com defesas memoráveis na vitória que seu time impôs ao Atlético-PR.

Na zaga, os cartoleiros que escalaram a dupla do Atlético-MG devem pontuar bem na rodada, afinal, Réver com um gol e Leonardo Silva com dois marcaram para o time mineiro na vitória sobre o Avaí na Ressacada.

Na meia cancha, numa rodada em que poucos se destacaram no setor, Danilo do Corinthians foi a exceção. Além do gol marcado, o meia comandou a vitória do time paulista sobre os reservas do Coritiba e merece o posto de melhor meia da rodada.

Jobson, Lucas e Iarlei representam os atacantes. Jobson roubou a cena no confronto entre Bahia e Flamengo, anotou dois gols e mostra que pode dar certo no time baiano. Lucas fez o gol da vitória do São Paulo contra o Figueirense aos 47 minutos do segundo tempo, e o veterano Iarlei marcou o gol da vitória do Ceará sobre o Internacional em pleno Beira Rio.

Na categoria de jogos abaixo da crítica, aparecem as vitória magras do Botafogo sobre os suplentes do Santos, e do Fluminense sobre o Atlético-GO. Ambos os jogos com gols de zagueiros, Fábio Ferreira e Leandro Euzébio, respectivamente.

Zagueiro Fábio Ferreira se destacou na vitória sobre o Santos (Foto - Site Oficial do Botafogo)

Se houve uma afirmação na rodada foi a boa fase do Vasco da Gama. Os reservas da equipe carioca venceram a segunda partida e mantiveram os 100% de aproveitamento, pior para o América-MG. Afirmação também presente em outra boa atuação do Palmeiras, no empate com o favorito Cruzeiro em Minas.

Entre as decepções da rodada estão: D’Alessandro (Internacional), Montillo e Wallyson (Cruzeiro), Liédson (Corinthians), Magno Alves (Atlético-MG), Dagoberto (São Paulo), Kléber (Palmeiras) e Thiago Neves (Flamengo). Grandes jogadores que não corresponderam na rodada e que podem render muito mais.

Reservo o penúltimo parágrafo do texto para o golaço da rodada: pela importância, circunstância e técnica, o posto fica com Lucas, do São Paulo.

Mesmo com o mal início no certame, times como Cruzeiro e Internacional devem se recuperar nas próximas rodadas, além é claro, do Santos que segue poupando titulares. O Atlético-MG de Dorival Junior e o Vasco de Ricardo Gomes surpreenderam nessas rodadas iniciais e fica a dúvida se conseguirão manter as boas atuações. A terceira rodada vem aí pra sanar todas as dúvidas que ainda restam.
.

............................................................................................................................................................

 
 
 
 
 
Copyright 2010-2016 © Cartoleiros - O número 1 do Cartola FC Privacidade | Site integrante do Cartola Club