Pontuação x Valorização. Chegou a hora de queimar as cartoletas!

.

Olá amigos cartoleiros. Mais uma vez voltamos com nossas conversas sobre valorização de jogadores e ganho de cartoletas. Antes de mais nada, gostaria de avisar que estamos criando um link para que os cartoleiros possam ter acesso a todas as matérias publicadas anteriormente nessa e em outras colunas do site. Peço que aguardem, em breve estará disponível. Creio que após este post, poderemos dar um tempo na questão da valorização de jogadores, haja visto que por algumas rodadas a flutuação de preços não deva apresentar nada de diferente, além do que vamos expor aqui com pensamento voltado para a quarta rodada.

Muito conversamos nos tópicos anteriores sobre a questão do preço médio do jogador, que sofre mudanças drásticas nas primeiras rodadas. Com três rodadas consolidadas, o preço médio do jogador tende a se estabilizar dentro de uma faixa e, dessa forma, as fortes influências desse fator são menos sentidas na flutuação de preços. Então, com essa estabilização, o que passa a pesar mais nesse "singelo" cálculo, de agora em diante?

Peço a observação de vocês para um ponto que frisei na última rodada, e que insisti em reforçar nas respostas a alguns comentários. Quem não leu o tópico pode acessar aqui. Vejam o trecho do post que destaco:

"Não sabemos em que exatas proporções influem o preço médio, a média de pontos e a pontuação da rodada no cálculo do preço final do jogador. À medida que o preço médio e a média de pontos do jogador forem convergindo a uma determinada faixa, a tendência é que a (des)valorização do mesmo seja muito influenciada pela sua pontuação na rodada. Acredito que, dentro de pouco tempo, a pontuação na rodada seja a grande responsável pela flutuação dos preços."
 
Já podemos observar alguns casos na terceira rodada, mas acredito que a partir dessa próxima, a pontuação da rodada exerça grande influência nas variações de preço. Dessa forma, levanto a questão: chegou a hora de queimar nossas cartoletas? Sim, pois chegou o momento de investir em pontuação! A ordem agora é mirar em jogadores que tenham as maiores possibilidades de pontuar, independente do seu preço, pois estes irão valorizar. É lógico que cada cartoleiro tem o seu patrimônio, com suas devidas possibilidades. Os mais pobres terão que rebolar para montar um time competitivo.

Muitos vão perguntar: mas quantos pontos o fulano deve fazer pra valorizar? Como vou ter certeza que com "x" pontos o beltrano vai valorizar? Não é possível prever pois a valorização depende do mercado como um todo. Imaginem um cenário hipotético onde todos os jogadores façam boas pontuações. Mesmo assim alguém teria que sofrer desvalorização, que seria estabelecida por outros fatores que influenciam o algoritmo do Cartola. Ou seja, o quanto vai valorizar ou desvalorizar ninguém sabe, o que podemos estabelecer é um parâmetro embasado em questões de observação. No meu entender, com o que avalio dos números do jogo, e em observações do ano passado, o jogador que conseguir obter uma pontuação na rodada que supere a sua média de pontos, já tem boas possibilidades de valorização. Então se um jogador pontuar na rodada acima de sua média de pontos ele vai valorizar? Provavelmente, mas não é uma regra.

Essa tendência deve ser observada nas próximas rodadas, mas não é um comportamento definitivo. Em etapas mais avançadas deveremos verificar as valorizações acontecendo nos moldes da antiga fórmula. Com os preços médios bem estabilizados no futuro, os jogadores que sofrerem alta valorização numa rodada poderão apresentar a tendência reversa na rodada seguinte. O mesmo vale para o caso contrário. Uma coisa é certa de agora em diante: uma boa pontuação vai matar dois coelhos com uma cajadada só!





............................................................................................................................................................

 
 
 
 
 
Copyright 2010-2016 © Cartoleiros - O número 1 do Cartola FC Privacidade | Site integrante do Cartola Club