Estudo traça o intervalo de confiança dos jogadores do Cartola FC

.
Estreia no Cartoleiros a coluna Cartoleiro Analítico, que analisará o desempenho dos jogadores com uma abordagem estatística e menos emocional. Partimos do princípio que escalar os times a cada rodada é muito mais do que apenas avaliar a atual média de pontos, resultado na última rodada e valor de cartoletas de cada jogador. Todo o histórico pode ser considerado para ajudar na escolha dos jogadores e esquema tático. Sabemos que a escolha depende muito do “feeling” de cada cartoleiro, mas a análise estatística pode funcionar como ferramenta auxiliar ajudando cartoleiros ricos e pobres a formar times melhores.

Para iniciar a saga de análises, iremos apresentar uma ferramenta que mede a estabilidade das atuações, e consiste em criar intervalos de confiança ao redor da média de cada jogador. Quanto maior for a oscilação das pontuações, maior será o intervalo de confiança para a média, indicando jogadores instáveis e que possuem maior chance de grandes oscilações por rodada. Analogamente, intervalos menores indicam jogadores com menor oscilação de desempenho por rodada e que costumam pontuar próximo da média.

Vejamos um exemplo. O atacante Morro García do Atlético-PR apresenta oscilação bastante grande, indicando que sua média não é muito confiável. Isso acontece devido a sua pontuação na partida contra o Botafogo ser muito superior a das demais atuações. Nas cinco vezes em que atuou, obteve o seguinte desempenho: -1.0, 1.6, 18.6, -3.4 e -0.5. Sua média atual é 3.06, mas caso não tivesse marcado os dois gols contra o Botafogo, em uma atuação por enquanto atípica, sua média seria -0.14, quase no limite inferir do intervalo de confiança que pode ser visto no gráfico. Esse exemplo mostra a importância de considerarmos a realidade do desempenho dos jogadores ao longo de todo o campeonato e não apenas a média atual.

Perceba, num outro exemplo, a diferença entre os intervalos dos jogadores Leandro Castan e Chicão do Corinthians, que estão bem cotados para essa rodada. O intervalo de Leandro Castan é menor, mostrando que o jogador costuma pontuar com maior frequência próximo de sua média. Dessa forma, de acordo com a estatística, ele se torna mais confiável do que o seu companheiro de zaga. Por outro lado, o intervalo de variação maior, apresentado para o Chicão, mostra que o jogador obtém picos, que numa partida mais fácil como a dessa rodada, podem se traduzir de forma positiva. Você vai no confiável ou na aposta?
Vale a pena dar uma olhada nos intervalos antes de se decidir por um ou outro jogador. Espero que gostem. Em breve voltaremos com mais números.

............................................................................................................................................................

 
 
 
 
 
Copyright 2010-2016 © Cartoleiros - O número 1 do Cartola FC Privacidade | Site integrante do Cartola Club