Os amarelões

.
Até que enfim os gols vieram! O Campeonato Mineiro, ou melhor, Brasileiro - ainda prejudicado por outros torneios - apresentou em sua sexta rodada 32 gols, com muitos atletas pontuando acima de quinze pontos como o atacante Neymar. Pela primeira vez neste ano houve quatro vitórias dos times visitantes.  Ocorreram também dois gols contra, 44 cartões amarelos e um vermelho.
.
Sobre cartões, o torneio apresenta a média elevada de 4,7 distribuídos por partida. No Cartola, se um atleta é amarelado ele perde dois pontos, se expulso, cinco. Imagina-se que zagueiros figurem na lista dos mais penalizados, mas estes contemplam menos de um quarto de todos os cartões distribuídos. Os recordistas deste ano não atuam na defesa: Fernando (GRE) e Luis Fabiano (SAO), este último com quatro cartões em quatro jogos. Mesmo com a boa vitória do Grêmio na última rodada, o meia negativou (-1,2 pontos). O atacante são-paulino cumpriu suspensão e será julgado na próxima semana sobre o vermelho que recebeu, em partida onde fez um gol e só ganhou 1,6 pontos. O único a ter duas expulsões é o zagueiro Márcio Rosário (NAU), cuja média é uma das piores da competição. Fique de olho na hora de escalar o seu time para evitar surpresas desagradáveis com jogadores apontados como violentos ou encrenqueiros pelos árbitros. 
.
E, por falar nestes últimos, preparei uma lista com os cinco juízes mais amarelões do torneio até agora. Afinal, são eles que realmente aplicam os cartões que nos fazem perder pontos e cartoletas no fantasy game. Considerei para efeito de análise aqueles que atuaram em duas ou mais partidas:
.
.
Dos cinco nomes acima, apenas o primeiro não está escalado para apitar um jogo na sétima rodada do Brasileirão. O site da CBF costuma divulgar com antecedência o trio de arbitragem de cada partida em seu site oficial. Vamos à lista para o fim de semana:
.
.
Desta tabela, vale destacar que apenas Nielson Nogueira Dias e Paulo César Oliveira apresentam alta média de gols por partida. Sandro Meira Ricci é o líder nessa estatística com seis gols, mas como só apitou um jogo precisamos ficar de olho para ver se ele é daqueles que deixam a bola rolar ou atrapalham o espetáculo com muitas faltas e cartões.
.
Para finalizar, entre os seis times com mais cartões estão os líderes do campeonato: Cruzeiro (21) e Atlético-MG (18); além deles, constam curiosamente na lista os quatro times da Região Sul: Coritiba (20), Figueirense (17), Internacional (16) e Grêmio (15). 
.
Para a sétima rodada, fique atento em como jogam Palmeiras e Coritiba, que devem escalar reservas. No mais, desejo boa sorte e poucos cartões amarelos ou vermelhos ao seu time! 
.
Nota: acompanhar os cartões dos jogadores ou dos árbitros parece coisa de louco, mas como mencionei em posts anteriores, pode ser a diferença entre o sucesso ou o fracasso de um cartoleiro. Um cartão amarelo, em termos de pontos, é como um gol sofrido. Um vermelho, é quase um gol contra... !
.

 
 
 
 
 
Copyright 2010-2016 © Cartoleiros - O número 1 do Cartola FC Privacidade | Site integrante do Cartola Club