Dica de goleiro

.
A décima-segunda rodada do Campeonato Brasileiro teve algumas surpresas nada agradáveis para grande parte dos cartoleiros. As derrotas de Náutico, São Paulo e Palmeiras e os sofríveis empates de Flamengo e Ponte Preta (sem desmerecer os seus adversários) levaram preciosas cartoletas de quem investiu nessas equipes. Mesmo a sétima vitória seguida do Atlético-MG não se refletiu no desempenho de seu trio de ouro, Jô, R49 e Bernard, que juntos somaram 4,6 pontos negativos.

Por outro lado, 27 atletas pontuaram acima de dois dígitos, 16 deles atuando na defesa. Entre estes, apenas três goleiros: Márcio (AGO), Victor (ATL) e Fernando Prass (VAS). O goleiro-artilheiro do dragão foi o destaque. Mesmo sofrendo três gols, fez um e mais quatro defesas difíceis que lhe renderam 14 pontos.  Já o arqueiro Denis (SPO), que vinha com a melhor média de pontos até a última rodada, decepcionou. A questão que fica nessas horas é: como acertar o defensor que vai estourar?

Resolvi recorrer mais uma vez aos números para tentar responder a esta pergunta. Simplificando, calculei quantos pontos cada time cedeu em média ao goleiro adversário quando atuando dentro ou fora de seus domínios. O resultado dessa análise pode ser conferido na tabela abaixo (as células destacadas indicam onde o time irá jogar na décima-terceira rodada):




A tabela mostra que o Atlético-GO concede cinco vezes mais pontos ao arqueiro adversário quando atua fora de casa. Assim, Magrão (SPO) seria um dos nomes mais indicados para os cartoleiros, mas ele vem valorizado e o ataque do Atlético-GO parece que acordou na competição. Outra opção seria escalar o goleiro Felipe (NAU), que atua contra um dos piores ataques do campeonato, o da Portuguesa, que também é o time que mais cede pontos aos goleiros rivais. O mesmo raciocínio vale para quem pretende investir no Edson Bastos (PON) perante o Santos. Finalmente, apostar no valorizado defensor do Galo pode ser significar pontos negativos, no jogo contra o Fluminense que deve ser um dos mais agitados da rodada (os dois melhores ataques enfrentam as duas melhores defesas).

Aos críticos: estes são apenas números que procuro estudar no intuito de fornecer pistas aos leitores desta coluna para que eles pontuem cada vez mais; não quer dizer que funcionarão. Meu colega Flávio Marra entende mais de goleiros do que eu, portanto não deixe de ler também a coluna dele. Só mais uma coisa: à exceção do Botafogo, não vejo favoritos em nenhum dos jogos. Eita, campeonato imprevisível...

Boa sorte a todos e bom fim de semana!
.

 
 
 
 
 
Copyright 2010-2016 © Cartoleiros - O número 1 do Cartola FC Privacidade | Site integrante do Cartola Club