Estatística FC

.
Vocês já devem ter apostado na Mega Sena pelo menos uma vez na vida. O Cartola funciona da mesma maneira: basta olhar os números, escolher os melhores e apostar. A diferença é que temos que escolher 12 e não apenas 6.

E por falar em apostas, vale destacar que os candidatos eleitos na última rodada fizeram 129,05 pontos em uma rodada de pontuações muito altas:

Vanderlei: 8,00
Luís Ricardo: 6,20
Marcos Rocha: 10,30
Réver: 14,70
Werley: 0,70
Lucas: 3,70
Elano: 1,50
Bernard: 16,00
Marcelo Moreno: 8,40
Luís Fabiano: 20,90
Bruno Mineiro: 27,40
Cuca: 11,25

Parabéns a todos os candidatos eleitos que prometeram bom desempenho e cumpriram.

Agora vamos direto para as análises dos confrontos da próxima rodada e de suas respectivas estatísticas:


Botafogo x Santos

O Botafogo tem aproveitamento de 53% em casa e o Santos fora de casa conquistou apenas 30% dos pontos que disputou.

O Botafogo já balançou as redes adversárias 23 vezes no Engenhão e o Santos já sofreu 18 gols como visitante. Além disso, o Peixe não sofreu gols fora de casa em apenas 3 oportunidades: Bahia 0 x 0 Santos, Portuguesa 0 x 0 Santos e Internacional 0 x 0 Santos.

A situação do Santos se agrava ainda mais devido a ausência de Neymar: o Santos venceu 3 vezes como visitante no BR-12, as 3 vezes com participação decisiva de Neymar: na vitória por 3 a 1 sobre o Figueirense o craque fez um gol e deu assistência para Ganso marcar. No 2 a 1 contra o Palmeiras foram dele os dois gols da vitória. E contra o Coritiba ele marcou outras duas vezes para garantir o resultado a favor do Peixe.

Sem Neymar em campo o Peixe não venceu nenhuma vez fora de casa e marcou apenas 2 gols como visitante, nos jogos contra Sport e Fluminense.

Ou seja sem o seu principal jogador em campo, o Santos perde grande parte de sua força e o time adversário ganha um certo favoritismo. Justamente por isso decidimos apostar em:

Lucas já deu 3 assistências e fez 2 gols nesse Brasileirão. Costuma chegar bem na frente e pode garantir o sem gols devido a falta de vocação ofensiva do Peixe quando neymar não está em campo.

Andrézinho é o principal articulador do ataque do Botafogo. A maioria das bolas do alvinegro passam pelos pés do meia, que já deu 4 assistência e marcou 8 gols. Números que garantem os 4,96 pontos de média por partida.

O holandês Seedorf parece estar cada vez mais adaptado ao Brasil, com o passar do tempo seu desempenho dentro de campo vem crescendo e sua pontuação no Cartola FC também: com 15 jogos disputados a média do ex-jogador do Milan já é 5,08, principalmente em decorrência dos seus 6 gols e das suas 2 assistências.


Ponte Preta x Náutico

O Náutico tem o pior ataque da competição fora de casa, onde marcou apenas 8 gols. Quando o jogo é fora de casa, a zaga do timbu também não costuma ir bem: já sofreu 29 gols em apenas 14 jogos - mais de 2 gols por jogo.

Além disso, o Timbu tem o pior desempenho como visitante: ganhou apenas 5 dos 42 pontos disputados - aproveitamento de 11,90%.

A Ponte, que em alguns momentos no campeonato sonhou em brigar na parte de cima, já começa a se preocupar com o rebaixamento. Mas essa preocupação não se deve ao desempenho do time campineiro dentro de casa, afinal lá ganhou 57,14% dos pontos que disputou.

Acreditamos que a Ponte deve ir bem contra o Náutico e apostamos nos seguintes nomes:

Cicinho tem atuado mais adiantado no time da Macaca, seja no sistema com 3 zagueiros usado contra o Palmeiras ou no 4-4-2 usado contra o Coritiba. Cicinho é um dos destaques na posição nesse campeonato e já contribuiu com 4 gols. Se o ataque do Náutico voltar a ir mal fora de casa e passar em branco, há grandes chances de ele elevar ainda mais sua média que já é de 4,57 pontos por partida.

Roger é a principal esperança de gols da Macaca e apesar de ter perdido gols incriveis contra Palmeiras e Botafogo e de ter um gol anulado contra o Coritiba, segue sendo a principal esperança de gols da Macaca. Ele é o atacante que mais finalizou no Brasileirão: já são 80 finalizações na atual edição, sendo que 7 delas terminaram no fundo das redes adversárias. O atacante ainda deu uma assistência e tem média 4,04.


Figueirense x Atlético-GO

Os dois lanternas e donos das duas piores defesas do campeonato se enfrentam em Santa Catarina - previsão de jogo com muitos gols.

Lembrando que no primeiro turno tivemos um jogo de 5 gols, quando o Dragão venceu o Figueira por 3 a 2 no Serra Dourada.

Apesar da péssima campanha de ambas as equipes, confiamos que seja um jogo com muitos gols, principalmente devido às péssimas defesas. Por isso apostamos no melhor atacane do confronto:

Aloísio: já marcou 9 gols e deu 2 assistências no campeonato. Vive um ótimo momento e é a principal arma ofensiva do Figueira contra o lanterna.

Curiosidade: Desde o início do Brasileirão 2012, o Figueirense já demitiu dois técnicos: Argel Fucks e Hélio dos Anjos e por coincidência ambos caíram após resultados ruins contra o time de Goiás. No 1o turno do Brasileirão, Argel não resistiu a derrota para o rival e caiu. Seu sucessor, Hélio dos Anjos foi demitido após mais um resultado ruim contra os goianos, dessa vez pela Sul-Americana.


Bahia x Fluminense

Apesar da melhora recente e da 2a colocação no returno, o Tricolor de Aço não é um bom mandante, visto que em casa conquistou apenas 45,23% dos pontos que disputou.

Já o Flu é o melhor visitante do campeonato e seu desempenho fora de casa é de causar inveja a muitos mandantes nesse Brasileirão: o Tricolor Carioca conquistou nada mais, nada menos que 73,80% dos pontos que disputou longe de seus domínios. A zaga do Flu é a melhor do campeonato e sofreu apenas 9 gols como visitante.

Pela liderança, pela melhor zaga e pela boa fase não podíamos deixar de apostar em:

Diego Cavalieri: o principal goleiro do campeonato até aqui, terá pela frente um ataque desfalcado de seu principal nome (Souza) e ainda contará com a melhor defesa do BR12 a seu favor. Portanto são grandes as chances do arqueiro sair mais uma vez de campo sem levar gols (já são 12 SG) e aumentar ainda mais sua média de pontos (que já é de 5,88 pontos por jogo).


Palmeiras x Coritiba

Apesar da derrota por 3 a 0 no clássico contra o Tricolor Paulista, o Palmeiras segue com bom desempenho desde a chegada de Gilson Kleina e terá pela frente um jogo de vida ou morte contra o Coritiba.

O Coritiba tem uma das zagas mais vazadas fora de casa - já sofreu 30 gols em 14 jogos. Para piorar as coisas, o Coxa tem desfalques importantes justamente no sistema defensivo: não contará com nenhum dos seus zagueiros considerados titulares - Demerson e Escudero.

Por isso, o ataque do Verdão, que marcou 9 gols após a chegada do novo técnico - 3 contra o Figueira, 3 contra a Ponte Preta e 3 contra Milionários pela Sul-Americana - tem tudo para se dar bem nessa rodada.

Desses gols recentemente marcados, Marcos Assunção teve grande participação em 4 deles, tendo marcado 2 e dado assistência para outros 2. Por esses números recentes, pela importância da partida e pelos desfalques do Coritiba não teríamos como deixá-lo de fora.

Henrique é ótimo zagueiro e tem boa média no Cartola: 3,77. Mas foram suas últimas atuações que o credenciaram de vez para a vaga no nosso time da rodada: o zagueirão palmeirense pontuou muito bem na 25a rodadas (8,3 pontos), na 26a rodada (9,6 pontos) e na 27a rodada (9,7 pontos). Por isso vamos apostar na boa fase dele para parar o ataque coxa-branca e quem sabe deixar sua marca no ataque com o jogo aéreo.

Obina terá uma chance no time titular devido a ausência de Barcos e portanto deve entrar motivado. O atacante deve se aproveitar das ausências da zaga do Coxa para deixar sua marca no confronto de seis pontos que ocorrerá em Araraquara.


Sport x Grêmio

O Sport tem o pior ataque da competição: marcou apenas 24 gols em todo o campeonato, 13 deles marcados dentro de casa. O Grêmio tem uma boa defesa, que sofreu apenas 23 gols no campeonato.

O Tricolor Gaúcho tem uma série de desfalques para o jogo dessa rodada, principalmente ofensivamente. Por isso mesmo Vanderlei Luxemburgo deve montar um time um pouco mais cauteloso e defensivo que de costume. Sendo assim, a boa aposta desse jogo é:

Werley: figurinha carimbada nas nossas indicações, o zagueiro tem bons números e entra na nossa escalação pelo baixo poder ofensivo do Sport e pela postura defensiva que acreditamos que o Grêmio terá por jogar fora de casa, com diversos desfalques ofensivos.


Escalação:

Cavalieri
Cicinho
Lucas
Werley
Henrique
Andrézinho
Seedorf
Marcos Assunção
Aloísio
Roger
Obina
Gilson Kleina

O técnico é decidido pelo número de jogadores que sua equipe cede para o Estatística FC. Poderíamos escalar Oswaldo de Oliveir ou Gilson Kleina, afinal ambos cederam 3 jogadores ao time. Decidimos apostar no técnico palmeirense, apesar de Oswaldo de Oliveira também ser uma boa aposta.


Ficou de fora:

Marcelo Grohe: Deve ter boas oportunidades de realizar DDs e também de sair de campo sem ser vazado, garantindo o SG. Teve que ficar de fora pela excelente fase de Diego Cavalieri.

Gum: enfrenta ataque fraco e integra a melhor defesa do campeonato. Acabou ficado de fora, pois o ataque do Sport é mais fraco e marcou menos gol em casa que o ataque do Bahia. Por isso perdeu a vaga para Werley.

Elkeson: meia que atua como atacante e vem de boa atuação contra o Flu, quando parou em duas grandes defesas de Cavalieri. Já marcou 6 gols e tem média 3,06. Aliás, foi justamente por isso que acabou ficando fora, afinal Andrézinho e Seedorf têm médias melhores.

Bernard: o Inter jogará com uma zaga totalmente reserva, o que pode afrouxar um pouco a marcação colorada, deixando espaço para o meia atleticano ser mais uma vez decisivo nesse Campeonato Brasileiro.

Romarinho tem tido excelentes atuações, inclusive tendo assumido o posto de artilheiro da equipe no Nacional com 6 gols. Além disso, integra um ataque qie vive grande fase - o Corinthians marcou 6 gols nos últimos 3 jogos. Apesar de tudo isso, acabou ficando de fora devido ao grande número de desfalques que a equipe tem para rodada: Paulinho, Danilo, Sheik...

Fred: vive fase iluminada e tem balançado a rede adversária quase todo jogo. Apesar disso, o Bahia não costuma levar muitos gols em casa - sofreu apenas 10 em 14 jogos. Por isso e devido aos jogos mais fáceis que os escalados tinham pela frente, acabou ficando de fora.

Já sabem, né?! De olho nos números e nos jogos. Boa rodada a todos!

PS- o objetivo desse quadro não é indicar um time forte ou barato, mas apenas apresentar uma escalação com base em uma análise mais fria dos números dos jogadores e dos times.


 
 
 
 
 
Copyright 2010-2016 © Cartoleiros - O número 1 do Cartola FC Privacidade | Site integrante do Cartola Club