Ads Top

Time do Editor #2: Missão Valorização (Parte II)

Com pensamento fixo em valorizar, o Time do Editor vem cheio de apostas seguras na segunda rodada.




A última rodada foi boa para muitos cartoleiros em termos de pontuação. A média nacional ficou em torno de 55 pts e a média de valorização, em modestos C$13. O Time do Editor fez bem mais que isso, alcançando 83.62 pts e valorizando C$36,32. Ótimo resultado para a estreia. Posso dizer que a Missão Valorização foi realizada com sucesso e seus objetivos foram atingidos de forma excelente.

http://fantasybrasil.com/cartoleiros

Uma das maiores missões do Site Cartoleiros é indicar a melhor direção sem interferir nas escolhas dos cartoleiros. É óbvio que muitos usam nossas escalações como base e modificam algumas coisas. Outros simplesmente copiam tudo e "seja o que Deus quiser". Tenho recebido muitas mensagens no Facebook e Twitter sobre o tal Sistema de Valorização do Cartola FC nas primeiras rodadas. Alguns não entendem, outros nunca ouviram falar. A verdade é que estamos diante de uma situação curiosa: os cartoleiros estão focando apenas em pontuação e deixando de lado a valorização do time.

LeiaComo ganhar cartoletas e aumentar o patrimônio nas primeiras rodadas do Cartola FC

Outra questão óbvia é sobre pontuação + valorização. Se você escala um time com potencial de pontuação alta, certamente também valorizará proporcionalmente. No entanto, existe a possibilidade de jogadores que não valorizaram na primeira rodada por conta de seus altos preços e pontuação baixa repetirem a mesma média ou até piorá-la! Isso poderá causar uma queda ainda maior em seu preço e seu time terá pouquíssimo patrimônio disponível para escalar um elenco decente nas próximas rodadas.


Nino Paraíba foi o maior pontuador da Rodada 1.
Se você acha absurdo escalar jogadores super valorizados, deixe-me explicar. Nas primeiras 3 rodadas acontece um fenômeno conhecido como "calibração" do Sistema de Valorização do Cartola FC. Como qualquer sistema financeiro, é necessário primeiro avaliar uma média comum entre todos os preços para determinar quem merece valorizar ou desvalorizar. No caso do Cartola FC, essa avaliação é determinada em relação às médias entre as primeiras 3 rodadas. Os maiores pontuadores da primeira rodada são os que possuem maior taxa de valorização. Nino Paraíba (PON), por exemplo, fez incríveis 22.80 pts e valorizou C$14,08. Se você for usar uma escalação que tenha a presença de laterais, assim como eu, você deve escalá-lo. Independente de sua nota, sua média continuará relativamente alta, valorizando novamente. Exceto em caso de fazer uma pontuação muito negativa e seja discrepante com sua primeira pontuação, o que dificilmente acontecerá. Assim espero.

LeiaEntenda como funciona o Sistema de Valorização do Cartola FC

Pensando mais uma vez em valorizar, o Time do Editor repetirá algumas escolhas da última escalação e adicionará algumas caras novas, mas que podem valorizar tanto quanto. Inclusive, vamos utilizar uma formação tática pouco ortodoxa: 4-5-1. A meta dessa rodada ainda é valorização. Portanto, ativaremos a Missão Valorização (Parte II). O time custa C$133,22 (um pouco salgada mas com várias alternativas baratas). Vamos aos detalhes.

Prass custa C$13,23 e valorizou C$5,23.
Desse modo, os maiores destaques da escalação são Fernando Prass (PAL) que valorizou C$5,23 e alcançou uma pontuação relativamente alta para a posição de goleiro. Gatito Fernández (BOT) também é uma boa opção para valorizar em caso garantam pontos de SG. Escolhi os dois laterais mais valorizados da Ponte Preta que enfrenta o Botafogo fora de casa. Mesmo que percam os pontos de SG, devem valorizar. Geromel (GRE) custa pouco e ainda valorizou C$2. Se mantiver a média, aumenta um pouco seu valor inicial. Rafael Vaz (FLA) está aqui pela relativa segurança que oferece jogando contra o Atlético-GO. Pela Copa do Brasil, o Dragão empatou em 0 a 0 contra o elenco reserva do time carioca.

No meio de campo temos a presença de uma figura que ainda não está confirmada na partida, mas que poderá aparecer, já que o Galo está garantido nas oitavas de final da Libertadores. E já que estamos falando em Libertadores, vale a pena mencionar que Cazares (CAM) é o segundo artilheiro do clube mineiro na competição com 5 gols e 1 assistência nos 6 jogos de que participou, perdendo apenas de Fred (CAM). Se entrar em campo contra o Fluminense, é quase certeza de que pontuará bem. E, mesmo desvalorizado, poderá garantir um aumento em seu patrimônio se sua média aumentar significativamente. Outro destaque que vale a pena mencionar é Arthur (GRE), uma joia gremista que está sendo descoberta aos poucos pelo Futebol Brasileiro. Contra o Botafogo na primeira rodada conseguiu uma pontuação razoável apenas com roubadas de bola (4).

Com apenas 1 atacante, é possível que eu receba algumas críticas. No entanto, a missão é clara: valorizar. É claro que existem bons nomes no ataque e que podem garantir uma boa pontuação vinculada a aumento de valor, como é o caso de Borja (PAL), Lucca (PON), Bruno Henrique (SAN), Jô (COR) ou até mesmo Walter (ATG) que sofreu bastante faltas no jogo contra o Coxa.

O Time do Editor #2 custa C$133,22 e entra em campo no esquema 4-5-1

Substituições

Sai: Jean Mota (SAN). Entra: Arthur (GRE). 
Sai: Matheus Sábio (FLA). Entra: Everton (FLA).
Time do Editor #2: Missão Valorização (Parte II) Time do Editor #2: Missão Valorização (Parte II) Reviewed by Kaio on 5/17/2017 01:52:00 PM Rating: 5