Ads Top

Dicas da Cartoleira #10: à procura da estabilidade

Com um time equilibrado, o Estrela Vespertina vem com tudo querendo manter a boa atuação da rodada passada.

Foto: Heuler Andrey/Getty Images South America

A rodada passada foi tão intensa que não tenho do que reclamar. O Estrela Vespertina marcou 79.94 pts e valorizou C$6,29. É claro que foi uma rodada de pontuações altíssimas, muitas acima dos 100 pts, mas o desempenho de cada uma das minhas apostas me deixou bastante satisfeita. Recebi críticas pela escalação de dois jogadores: Willian Farias (VIT) e Rômulo (AVA). O primeiro fez 7.90 pts sem fazer gol ou dar qualquer assistência. Foi o maior pontuador do Vitória na partida. Já o segundo realmente não fez gol, mas fez 3.20 pts com finalização defendida e outras coisas mais. E como eu disse: não perdi uma só cartoleta com ele. Aliás, ele foi melhor que o Keno (PAL), que coloquei por pura convicção e fez só 1.20 pts jogando contra o Atlético-GO. Assim sendo, não vou mudar as minhas estratégias. Só não vou escalar os mitos Diego (FLA) e Guerreiro (FLA) porque acho difícil repetirem a pontuação e não quero perder tantas cartoletas. Então vamos ao que interessa. O Estrela Vespertina vai escalado da seguinte maneira:
Cai no apelo do povo e Vanderlei (SAN) vai ser nosso goleiro titular. Pelo que venho acompanhando fica nítido o quanto ele é regular, e é o grande responsável pelo bom momento do Santos. Além do mais, o Sport deve forçar bastante o ataque e chutar a gol.

Na zaga vou dar uma arriscada. Douglas Grolli (CHA) entra no time catarinense, um dos mais vazados nas últimas rodadas. Este é apenas o terceiro jogo dele pela Chape no Campeonato, e confiamos que depois do vexame da última partida ele possa ajudar o time a reagir. Quem sabe ele não marque mais um gol? Para dar uma equilibrada vamos também com Geromito (GRE), que vai ter uma disputa interessantíssima domingo contra o Corinthians. Outras opções interessantes são Lucas Veríssimo (SAN), Igor Rabello (BOT) e Marllon (PON).

Sidcley (CAP) continua no Estrela Vespertina. É regular, pontua bem mesmo tomando gol e ainda por cima gosta de deixar um golzinho. Além do mais recebe o Vitória, que não tem um ataque muito ofensivo. Victor Luis (BOT) é nosso segundo lateral, e entra por motivos semelhantes aos do companheiro do time paranaense. A partida do Botafogo é em casa contra o Avaí.



No meio campo vou com duas convicções e uma aposta. Nenê (VAS) é uma peça importante para o Vasco, que recebe o Atlético-GO. Ele já soma 3 assistências e 1 gol no Campeonato. Já Bruno Silva (BOT) está virando figura cativa no nosso time. Além de balançar as redes com frequência (já tem 4 gols e 2 assistências) ele é um ladrãozinho de bolas. E por último o nome mais ousado é Andrei Girotto (CHA), que também tem várias roubadas de bola. O motivo verdadeiro de colocar ele é a falta de cartoletas, não posso negar. Eu queria ir com o Lucas Romero (CRU), mas vai ficar para a próxima. Vamos torcer pela recuperação da Chape jogando em casa.



Nosso ataque tem a estreia de Roger (BOT), que está numa boa fase. Além do mais enfrenta o lanterninha Avaí no Nilton Santos. Luan (GRE) calou a minha boca na última rodada e vou manter no meu time. Até porque o Grêmio vai com tudo para conquistar a liderança contra o Corinthians. E por último o meu xodó da temporada: Mitaraldo (ACG). E sabe por quê? Uma amiga (que também gosta do atacante do Dragão) lembrou que o Vasco é campeão de cometer pênaltis. Sendo assim, Everaldo tem chances de bater e converter. Vamos dar mais uma chance.



E na pobreza da falta de cartoletas, escolhei Vanderlei Luxemburgo (SPO) para comandar esse povo todo.

Por Adriane Adami @drica_adami |Site Cartoleiros
Dicas da Cartoleira #10: à procura da estabilidade Dicas da Cartoleira #10: à procura da estabilidade Reviewed by Adriane Adami on 6/24/2017 12:50:00 AM Rating: 5