Ads Top

Resumão do Primeiro Turno: O Maldito Z4

Confira a análise dos 4 clubes que terminaram a primeira parte do Campeonato Brasileiro 2017 na parte de baixo da tabela.



O primeiro turno do Campeonato Brasileiro se encerrou no final de semana passada. Seu encerramento é simbólico, pois significa que metade da competição já foi disputada e com isso, é muito mais fácil fazer projeções para o restante do ano e os objetivos de cada time na tabela de classificação.

Para facilitar a leitura para os seguidores do site, dividiremos essa série de textos em 3 partes de acordo com as pontuações das equipes até o momento. Seguindo o ditado em que 'os últimos serão os primeiros', vamos começar analisando os que lutam para não serem rebaixados.

Em um Brasileirão com tantos times irregulares e poucos pontos separando os clubes, fica difícil analisar quem está brigando pelo quê. No entanto, considerando o histórico do Campeonato Brasileiro de pontos corridos com 20 participantes (disputado desde 2006), alguns dados podem ajudar a entender um pouco mais sobre a competição. Para animar os torcedores dos últimos colocados, por exemplo, é interessante notar que somente em uma oportunidade os 4 times da zona da confusão na virada dos turnos caíram de fato - em 2012, eram Palmeiras, Atlético-GO, Sport e Figueirense.

Todo ano sempre existe algum elenco muito mais fraco tecnicamente e que chega longe de se salvar da degola. Em 2017, quem se encaixa na descrição é o Atlético-GO, recém promovido da Segunda Divisão e que foi mal no fraco Campeonato Goiano. Sem Michel (destaque na Série B 2016 vendido para o Grêmio) e Everaldo (contratado recentemente pelo Querétaro) a situação dos goianos é muito complicada. A média de pontos dos lanternas após 19 rodadas é de 13, o Atlético tem somente 12.

Zona do Rebaixamento | Primeiro Turno - Footstats


Completando o Z4 se encontram Avaí, Vitória e São Paulo. Os dois primeiros tiveram inícios muito fracos e já pareciam figura carimbada na segunda divisão de 2018, porém com boas reações ambos se mostram vivos na luta contra o pior. Os catarinenses, de maneira muito humilde, sabem de suas limitações técnicas e não tem vergonha de atuarem recuados tanto fora como na Ressacada. A estratégia parece acertada. Empates contra Santos e Corinthians e vitórias em cima de Botafogo, Sport e Grêmio mostram que os avaianos podem surpreender ainda mais.

Diferentemente do rival que não demitiu seu treinador, o tricolor paulista e o alvinegro baiano acumularam trocas de técnicos e de jogadores com o campeonato já em andamento - as diretorias planejaram de forma equivocada a temporada e agora colhem os frutos de suas escolhas. Ainda assim, ambos os times tem esperança de melhorarem suas campanhas, já que o São Paulo demonstrou contra o Botafogo toda sua força e o Vitória acumula uma série de vitórias - com o perdão do trocadilho. A pontuação média do 17º colocado (o primeiro do Z4), historicamente, são de 19 pontos, igual o que ocorre nesse ano com os atuais 17º e 18º lugares.

Leia também:

Parte 2: Resumão do Primeiro Turno: O Meio de Tabela
Parte 3: Resumão do Primeiro Turno: o tão sonhado G6
Resumão do Primeiro Turno: O Maldito Z4 Resumão do Primeiro Turno: O Maldito Z4 Reviewed by Matheus Moura on 8/12/2017 04:30:00 PM Rating: 5