Ads Top

Lamartine Babo: o carnavalesco que compôs os hinos dos times cariocas

Lamartine Babo, o autor do hino dos 4 grandes do Rio.


O estereótipo do brasileiro, e sobretudo do carioca, sempre foi de um ser boêmio com duas grandes paixões: o futebol e o carnaval.

Lamartine Babo, compositor nascido em 1904, é o representante autêntico desta figura. Formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela UFRJ, encontrou a fama em um lugar muito distante dos tribunais: na boca dos foliões.

Lalá - como era carinhosamente conhecido - nunca se casou e dedicou sua vida a tradicionais marchinhas de carnaval. As mais conhecidas são O Teu Cabelo Não Nega, Grau 10, Linda Morena e A Marchinha do Grande Galo. O sucesso de suas letras é tão grande que suas músicas são cantadas em blocos de rua por todo o país, mesmo 55 anos após a sua morte.

Além das marchinhas, Lamartine compôs os hinos dos participantes do Campeonato Carioca de 1949, vencido pelo Vasco da Gama. Os 11 times foram contemplados com letras irreverentes, cada uma com sua peculiaridade. Para o Canto do Rio, por exemplo, uma verdadeira declaração de amor a uma torcedora da equipe e para o Bangu, uma exaltação ao craque Domingos da Guia. Ainda escreveu para os grandes Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo até aos menores, porém não menos importantes, Olaria, Bonsucesso, Madureira e São Cristóvão.

Porém, entre tantas composições, a que mais se destaca é a que Lalá escreveu para o seu time do coração e é considerado por muitos o hino mais bonito de todos os tempos. Como torcedor americano, ele se inspirou na música Row Row Row, de Roey Hodges para descrever em palavras todo o seu amor pelo América. Seus versos dizem sobre a fidelidade da torcida americana, que torce pelo clube até a morte e homenageia os títulos estaduais de 1913, 1916 e 1922.



Lamartine Babo: o carnavalesco que compôs os hinos dos times cariocas Lamartine Babo: o carnavalesco que compôs os hinos dos times cariocas Reviewed by Matheus Moura on 2/10/2018 12:04:00 PM Rating: 5