Posição Estratégica #2: multiplicando números

Chegou a hora de multiplicar suas cartoletas sem deixar de mitar e pontuando bem!




A grande rodada de abertura do Brasileirão 2018 e - principalmente - do Cartola FC foi como o povo gosta: muitos gols, muitos pontos e muitas mitadas. Para a primeira rodada, o Posição Estratégica até que não mandou mal, olha só:


Vamos recapitular onde acertamos e onde falhamos na rodada anterior:

ERROS - Douglas Friedrich (BAH) foi o goleiro que não teve um dia muito bom, levando 2 gols de Nico Lopez (INT). Na zaga, Fernando Diniz (CAP) fez mistério sobre a linha defensiva e não foram pro jogo nem Paulo André (CAP), nem Wanderson (CAP). Ou seja, deixamos de ganhar pontos. No meio, Mateus Vital (COR) pouco produziu e acabou negativando. Mesmo problema no ataque onde Ricardo Oliveira (CAM) decepcionou metade da população cartoleira e Arthur Gomes (SAN) entrou somente no fim do jogo.

ACERTOS - Thiago Carleto (CAP) e Otero (CAM) eram unanimidades e fizeram a alegria do povo, mas o destaque fica mesmo com as apostas no América MG: Serginho, como um verdadeiro mito! 17,90 pra conta e muitas cartoletas para o bolso.

Para aqueles que ainda não fizeram a leitura do primeiro post da coluna Posição Estratégica, recomendo que acesse este link para entender nossos objetivos e estratégias. De maneira resumida, nossa tática durante as quatro rodadas iniciais será voltada à valorização financeira do jogador e a partir da quinta rodada escalaremos com base na média das pontuações conforme as partidas anteriores, também levando em consideração os jogos que aconteceram dentro e fora de casa.

A rodada #2 sempre causa questionamento sobre qual é a melhor estratégia para valorizar e ainda tentar pontuar – pelo menos razoavelmente. Para que não sobrem dúvidas na hora de escalar o time ideal, trago um pouco dos números que exemplificam melhor a situação. Um jogador precisa, para valorizar, ter uma média aproximadamente maior que 40% do seu valor em cartoletas.

Vejamos o exemplo do Serginho, do América Mineiro: seu preço é C$15,78. 40% desse valor é igual a 6,312, ou seja, a média da sua pontuação da rodada #1, que foi igual a 17,9, somada com a pontuação da rodada #2 deve ser maior que 6,312 para que ele valorize. Sabe o que isso significa? Que mesmo se ele negativar em 5 pontos, por exemplo, a somatória da pontuação das duas primeiras rodadas será 12,9 e a média de 6,45 - ainda será maior que os 6,312 citados acima. Este mito valorizará mesmo se fizer -5 pontos!!! Resumindo: jogadores que custavam muito barato e tiveram valorização muito alta tendem a valorizar novamente na segunda rodada. Caso queira mais detalhes e informações sobre o sistema de valorização do Cartola FC, recomendo a leitura do nosso artigo sobre como ganhar cartoletas e aumentar o patrimônio.

Vamos à escalação:


Manteremos Douglas Friedrich (BAH) no gol pensando em uma possível valorização - ele precisa de aproximadamente 3 pontos para valorizar - mesmo sem saldo de gols. O Santos, além de ter libertadores na próxima semana, foi junto com o Vitória o time que mais finalizou ao gol (21 tentativas) e deve garantir algumas DD's ao nosso goleiro.

A linha de zagueiros será composta por Igor Rabello (BOT) e Dedé (CRU). O Botafogo está encaixando o time e pega o Sport, desnorteado depois da derrota para o América-MG. Bom no jogo aéreo, também contribui com suas RB's. O Cruzeiro é outro time que está jogando bem e a derrota para o Grêmio foi uma fatalidade. Dedé está entre os 5 zagueiros que mais roubaram bola na rodada #1 (3 RBs) e deve se impor diante do jovem ataque do Fluminense. Nas laterais o foco será em valorização. Carleto (CAP) e Norberto (AMG) valorizarão mesmo se negativarem em -3pts. Coisa linda! O Atlético PR pega o forte time do Grêmio, provavelmente tomará gol, mas o lateral do furacão apoia bastante o ataque e foi o único lateral que fez gol e assistência na última rodada. O América-MG terá uma parada dura contra o Flamengo - focado no jogo da libertadores - mas Norberto foi responsável por 4 RB's e deve garantir mais algumas nesta rodada.



O setor de meio campo está recheado de opções para valorização e foi até difícil escolher. Nosso capitão e comandante da mitagem será Otero (CAM) que dentre os meias foi o que mais finalizou, 2FF e 2 FD, além de 1 gol, além de 3 RB's. Tá bom ou quer mais? Arthur (GRE) roubou 6 bolas no ultimo jogo e tem sido o maestro da equipe - tocou mais de 100 vezes na bola no último jogo. Christian (AME) é uma aposta pois pega o bom time do Flamengo mas estou contando que irá roubar mais 6 bolas (assim como no jogo anterior) e deixar mais algumas finalizações no quase aposentado Júlio César (FLA).



O ataque teremos Luan (CAM) que diferentemente do Pastor não irá decepcionar como na última rodada. Joga aberto, vai pra cima da defesa adversária e dará bastante trabalho ao Vitória. Keno (PAL) é mais um atacante pela laterais que participa bastante do jogo e entra como aposta para a equipe nesta rodada. E fechando o ataque Angel Romero (COR), outra aposta considerando que o Corinthians vai sufocar o Paraná, claramente uma equipe inferior ao campeão paulista.

Nosso treinador, pensando em valorização, mas não somente, será Thiago Larghi (CAM).



Preço do Posição Estratégica #2: C$123,22.

Que os números estejam com vocês!
Posição Estratégica #2: multiplicando números Posição Estratégica #2: multiplicando números Reviewed by Gustavo Zani on 4/19/2018 04:21:00 PM Rating: 5