Na Mosca #7: sem motivos pra parar

Apesar da boa fase e da regularidade, a Na Mosca não se apega aos bons resultados e segue arriscando tudo para mitar na 7ª rodada.




Em meio ao caos espalhado pelas greves em todo o país, seguimos focados no que podemos controlar (ou não): o Cartola FC. Apesar das adversidades causadas, bom futebol é o que não vai faltar no final de semana, acredite. O Brasileirão segue firme e inabalável - que assim seja, amém - para nos dar aquelas alegrias e raivas básicas de toda rodada.

Tratando da última, digo que obtivemos bons resultados, mas não o suficiente para mitar - 70.98 pontos. Nada mal, porém, o que realmente fez o contento foram algumas apostas que fizeram por merecer o lugar no time, como foi o caso do menino Neilton, do Vitória, e do lateral Gilberto, do Fluminense. Ainda que tenha feito uma boa pontuação, o time desvalorizou, dando um pequeno prejuízo, mas permitindo um belo patrimônio de C$148.06.


INSCREVA-SE NO CARTOLA DA COPA E GANHE PRÊMIOS!

Dessa forma, apesar da regularidade, seguiremos à risca o ideal de arriscar na escalação para a próxima rodada. Portanto vamos aos escolhidos, que começam sendo apresentados pela defesa, como de lei.

No gol conto com Santos (CAP), que apesar da má fase, possui muito potencial e é especialista em defesas difíceis. Além de tudo, ele enfrenta o fraco ataque do time do Paraná, que até então marcou apenas 3 gols no Brasileirão. Nas laterais, insisto na dupla da última rodada: Gilberto (FLU) e Marcos Rocha (PAL), ambos tendo feito uma grande partida.

Para finalizar a linha de defesa, dois monstros: Dedé (CRU), um dos 12 nomes da lista brasileira de suplentes para a Copa, tendo sito muitíssimo elogiado pelo professor Tite, e Igor Rabello (BOT), zagueiro que recentemente renovou seu contrato com o alvinegro carioca até o final de 2020.

O meio de campo vem carregado de qualidade. Mais uma vez o nome de Sornoza (FLU) aparece por aqui. Isso por conta das suas brilhantes atuações nos últimos jogos do tricolor carioca, inclusive tendo sua boa fase elogiada pelo técnico Abel Braga. A qualidade não pára por aqui. Além do equatoriano, mais dois exímios jogadores: Zé Rafael (BAH) e o incontestável e decisivo Rodriguinho (COR) ou, se preferir, "Reidriguinho" - convenhamos que ele faz jus ao apelido.

Finalizando meu elenco estão os definidores, os craques da área. São eles: Willian "Bigode" (PAL), o queridinho da torcida palmeirense, que já acumula 2 gols neste campeonato; André "Balada" (GRE), que apesar de poucos jogos no campeonato também acumula 2 gols e, por fim, o "meu queridinho" - mas com motivos de sobra -, Pedro (FLU) que, inclusive, será o capitão do meu time. Aliás, guardem esse último nome pois ele fará valer a escalação nessa rodada, estou sentindo.

Por trás de todos esses craques, escolhi como treinador o campeão da Copa do Brasil 2017 e campeão Mineiro de 2018, Mano Menezes (CRU).



Só nos resta mitar!

Na Mosca #7: sem motivos pra parar Na Mosca #7: sem motivos pra parar Reviewed by Gabriel Duarte on 5/25/2018 07:55:00 AM Rating: 5