Dicas da Cartoleira #11: está na hora de mexer

Depois de uma rodada cheia de zebras, o Estrela Vespertina resolveu fazer algumas mudanças no setor defensivo, sem repetir times nesse setor.


Olá pessoal! Que rodada horrorosa! Já começou tudo errado com a confirmação da venda de Anselmo (SPO) minutos antes do fechamento do mercado. Daí foi aquela correria para fazer alterações no time. No caso do Estrela Vespertina até que a mudança não foi tão ruim, já que escalei Rodriguinho (COR), que não pontuou mal. Antes eu tivesse Anselmo, que não jogou, do que Paquetá, que negativou. A pontuação foi reflexo desse desastre: 64.32 pts e a primeira desvalorização do ano. Lá se foram C$4,06. Triste, muito triste.

Para esta rodada vamos tentar nos recuperar do desânimo e fazer algumas mudanças no setor defensivo. Alguns jogadores estão vetados do Estrela por tempo indeterminado por motivos de: ranço (olá Gilberto, Renê, Paquetá e Patrick!).

No gol vamos com Walter (COR), que vem de uma leve desvalorizada, joga em casa contra o Vitória, que ataca bastante e pode chutar a gol, fazendo nosso goleiro trabalhar.

Na zaga vamos apostar em duas figurinhas repetidas, que eu sinceramente acredito que não mantenham o SG, mas que podem roubar algumas bolas, sofrer faltas e, caso tudo desse certo, manter esse saldo contrariando o meu sentimento: Dedé (CRU) e Kannemann (GRE).

Nas laterais temos dois jogadores que atuam em casa e que são os destaques de seus respectivos times: Carleto (CAP) e o pokémon Pikachu (VAS). Não esperamos nada menos do que um golzinho ou assistência e algumas roubadas de bola.

No meio-campo aquela formação de sempre, com Gustavo Blanco (CAM) e Zé Rafael (BAH), que já são titulares no Estrela. O primeiro é o rei das RBs e assistências, e o segundo o campeão de finalizações. Para dar uma mexida no time, trazemos uma novidade: Andrey (VAS), que em apenas três jogos já soma 2 gols, 1 assistência e 13 RBs. Além do mais, o Vasco está com técnico novo e joga em casa contra o Sport, que não tem a defesa mais estável do campeonato.

No ataque, três jogadores que não podem faltar: Róger Guedes (CAM), Vinicius Jr. (FLA) e Willian Bigode (PAL).

Desta vez vamos voltar a economizar no técnico para não gastar todas as nossas economias: Jorginho (VAS).


Por Adriane Adami @drica_adami | Site Cartoleiros

Dicas da Cartoleira #11: está na hora de mexer Dicas da Cartoleira #11: está na hora de mexer Reviewed by Adriane Adami on 6/09/2018 11:04:00 AM Rating: 5