Posição Estratégica #12: o último suspiro antes do Hexa!

Na rodada #12 queremos ainda mais! Faltam 125 pontos para alcançarmos os 1000 pontos antes da Copa do Mundo e vamos com força ofensiva máxima!


Na rodada 11 mandamos bem graças à uma mudança de Capitão antes da hora, novamente pontuando acima da média e batendo na porta dos 100 pontos. O Posição Estratégica teve o seguinte desempenho na última rodada:


Avaliando nossa escalação anterior, temos os seguinte pontos de destaques:

ERROS - Fábio (CRU) nos decepcionou mais uma vez (-1,30 pontos). Willian (PAL) não só foi mal como levou várias cartoletas embora (-1,60 pontos). Zé Rafael (BAH) fez apenas 0,40 pontos e também nos desapontou.

ACERTOS - Acertamos a mão em dois nomes: Ricardo Oliveira (CAM) e Victor Cuesta (INT). De ultima hora tivemos um pressentimento e mudamos a faixa de capitão para o Pastor, dobrando os 19,80 pontos feitos. Já o zagueiro colorado deixou o dele contra o Santos e, se não tivesse perdido o SG, teria feito ainda mais do que os 18,20 pontos computados.

Para aqueles que estão começando a acompanhar nossa equipe agora, o Posição Estratégica utiliza como critério de escalação a média das pontuações conforme as partidas anteriores, também levando em consideração os jogos que aconteceram dentro e fora de casa.

Considere alguns fatores ao escalar sua equipe para a rodada 12:
  • Atlético MG x Ceará - Ceará é o segundo time que mais cede chutes ao gol jogando fora de casa (média de 17,6 por jogo), enquanto o Atlético é o que mais finaliza (17,3 vezes por jogo, 5,3 no gol) e tem 8 gols nos últimos 3 jogos em casa. AVALIE OPÇÕES OFENSIVAS DO ATLÉTICO MINEIRO. 
  • Bahia x Corinthians - Corinthians cede muito chutes ao gol fora de casa (17,4 por jogo) e o Bahia finaliza 16 vezes por jogo (5,7 no gol). 
Dito isso, vamos à escalação:

OBS: trouxemos números sobre diversos jogadores, mas aqueles que integram o time do Posição Estratégica estão destacados em negrito e laranja. Usamos somente os índices do Cartola FC como base para as escalações e todas as nossa análises levam em consideração SOMENTE as últimas 5 rodadas.

Goleiros: Diego Alves (FLA) tem média geral de 8,90 pontos e o melhor dentre os visitantes (7,00 pontos). Como mandante, Thiago Rodrigues (PAR) tem média de 9,60 pontos e Jefferson (BOT) tem média de 7,80 (segunda maior média) - pode ser uma boa aposta.

Laterais: Yago Pikachu (VAS) tem média geral de 11,20 pontos (3,10 pontos de média como visitante), Rodinei (FLA) está com 8,10 pontos (5,90 pontos como visitante) e Junior (PAR) com 7,30 pontos de média (6,90 pontos como mandante). Outra boa opção como mandante é Marcos Rocha (PAL) com média de 9,00 pontos jogando em seus domínios. Egídio (CRU) tem média de 7,60 pontos fora de casa e é o melhor dentre os visitante. Nessa rodada, optamos por não escalar laterais.

Zagueiros: Os zagueiros mais regulares para esta rodada são Víctor Cuesta (INT) com 12,90 pontos de média geral e 8,70 pontos como mandante. Rodrigo Moledo (INT) vem bem como mandante também e tem média de 7,90 pontos e as aposta do setor ficam com Renato Chaves (FLU) que volta de lesão (está como dúvida), mas tem média de 5,70 pontos como mandante, e Igor Rabello (BOT) que possui média de 5,90 pontos nas últimas 3 rodadas (considerando jogos em casa e fora).



Meias: Andrey (VAS) tem a maior média geral com 11,60 pontos, seguido por Leonardo Valencia (BOT) com 8,80 pontos, Gustavo Blanco (CAM) com 8,50 pontos (11,2 como mandante) e Nenê (SAO) com 7,80 pontos. Entre os mandantes, Diego Souza (SAO) tem média em casa de 12,7 pontos fez com em 3 dos últimos 4 jogos (só não marcou contra a forte defesa do Internacional).

Fato curioso da rodada é de que não há meias com média acima de 6,0 pontos jogando como visitante. Indicamos apenas Diego Pituca (SAN) que tem média de 9,90 nas últimas 3 rodadas (considerando jogos em casa e fora). As apostas ficam em Serginho (AMG), com média de 7,30 como mandante, e Zé Rafael (BAH), com média de 6,30 como mandante, que enfrentam equipes que permitem muitas finalizações (Chapecoense e Corinthians, respectivamente) — ambos são os maiores finalizadores de suas equipes.


Ataque: Ricardo Oliveira (CAM) tem 12,30 pontos de média geral (16,10 pontos como mandante), seguido por Róger Guedes (CAM) com 12,20 pontos (14,00 pontos como mandante), Willian (PAL) com 10,40 (16,60 pontos como mandante) e Pedro (FLU) com 9,30 pontos. Lucca (INT) é outro destaque jogando em casa, com média de 10,00 pontos. Dentre o visitante Neilton (VIT) tem média de 8,40 pontos jogando fora de casa e Vinicius Junior (FLA), fazendo sua provável despedida do Brasil, tem média de 7,90 pontos. Aposta da posição fica em Kieza (BOT) que tem média de 10,80 pontos nos últimos 3 jogos.

A equipe será comandada por Thiago Larghi (CAM) e nosso Capitão (talvez pela última vez já que tudo indica que será negociado na pausa da Copa) será Róger Guedes (CAM).




PREÇO DO TIME: C$ 156,04.

Prontos para a décima segunda rodada?

Acompanhe o desempenho da nossa equipe aqui!

Por: Gustavo Zani
Twitter: @gus_zani
Instagram: @g_zani
Posição Estratégica #12: o último suspiro antes do Hexa! Posição Estratégica #12: o último suspiro antes do Hexa! Reviewed by Gustavo Zani on 6/11/2018 08:17:00 PM Rating: 5