Dicas da Cartoleira #13: ressaca depois da Copa

Com o final da Copa do Mundo, o Estrela Vespertina vem escalado com alguns atletas que nos trouxeram muitas alegrias na primeira metade do ano.


E aí, gurizada? Infelizmente a Copa chegou ao fim, mas pelo menos nosso querido (e sofrido) Brasileirão está de volta! Nesse tempo parado, tivemos muitos jogadores queridinhos que foram embora, e já não podemos ter 100% de certeza que os times estão no mesmo pique do mês passado. Resumindo: essa rodada é uma grande aposta, mas que vai nos ajudar a ter uma ideia do que podemos esperar para esta segunda metade do ano.

O Estrela Vespertina voltou para o 4-4-2 porque nenhum atacante me passa segurança. E ainda estou cogitando usar o 4-5-1, mas nunca usei essa formação tática e nem me agrada muito. Então chega de choradeira e vamos lá!

Na defesa começamos com Fábio (CRU), que tem um clássico contra o Mequinha em casa, e pode fazer alguma DD (até pode sair com SG, mas contra o Mequinha a gente nunca sabe).

Ahhhh que saudade de Geromel (GRE) na zaga! Grêmio recebe o Galo sem Guedes e Blanco, pode se sair bem em roubadas de bola e, quem sabe, mantendo o SG. Quem faz companhia na zaga é Réver (FLA), que está de volta para enfrentar o São Paulo. São dois zagueiros que me passam bastante segurança e costumam ser regulares no campeonato.

Na lateral vamos manter um jogador que aparece muito por aqui e tem uma das pontuações mais constantes na posição: Júnior (PAR). Ao lado dele temos uma aposta, totalmente influenciada pela Copa do Mundo: Fagner (COR). O atleta calou muitas bocas (inclusive a minha) vestindo a canarinho lá na Rússia e acho que vai todo empolgado para a partida contra o Botafogo.

Meio-campo, aquele setor lindo que abundam boas opções... Para esta rodada vamos com Paquetá (FLA), que saiu da minha listinha negra e volta a ter uma segunda chance. Além dele, retornam Zé Rafael (BAH), Rodriguinho (COR) e Andrey (VAS), que pode render uns gols além das roubadas de bola.

No ataque vamos apostar em Willian (PAL), que tem um clássico pela frente, mas pode marcar um gol e finalizar bastante. Quem acompanha no ataque é Éverton (GRE), que joga em casa e pode deixar o seu. Além do mais, muitas vezes ele pontua até mesmo sem fazer gol. Eu pensei também em Ricardo Oliveira no lugar do Éverton, mas com Geromel na zaga não dava.

Para comandar esse time temos Jorginho (VAS), que é o melhor custo-benefício entre os menos badalados.


Por Adriane Adami @drica_adami | Site Cartoleiros
Dicas da Cartoleira #13: ressaca depois da Copa Dicas da Cartoleira #13: ressaca depois da Copa Reviewed by Adriane Adami on 7/18/2018 08:45:00 AM Rating: 5