Dicas da Cartoleira #21: queremos mais!

O Estrela Vespertina vem empolgado e está cada vez mais confiante na redenção nesta segunda etapa da competição.




Olá gurizada! Como começaram o segundo turno, tudo belezinha? Finalmente o Estrela Vespertina saiu dos 50-70 pts! Aleluia! Tá bom, a minha pontuação está longe de ser a que eu queria e imaginava, mas depois de tanta desgraça, os 75.52 pts foram bem recebidos por aqui.

Lembram que na rodada passada falei da tentativa de substituir os queridinhos por alternativas semelhantes, né? Então, foi seguindo essa ideia maravilhosa que troquei Paquetá (FLA), que fez 3.40 pts, por Éverton Ribeiro (FLA), que marcou lindos -1,30 (insira aqui aquele emoji vermelhinho de raiva). Se fosse o Diego (FLA), que fez quase 15 pts, tudo bem, mas nessa brincadeira errei feio. Preferia pontuar pouco com Paquetá do que negativar...

Para esta rodada minha vontade era de só escalar meias. Quase fui para o 4-5-1, mas fiquei receosa e mantive pelo menos dois atacantes, no 4-4-2.

No gol vamos continuar com Marcelo Lomba (INT), a maior média da posição, e que está mostrando que não deve nada ao titular, Danilo Fernandes. Em 6 jogos, Lomba já conta com 11 DDs e apenas 1 gol sofrido. Deve ser bastante exigido jogando em casa contra o Palmeiras e, quem sabe, ainda mantenha o SG.

Na zaga vem mais um colorado, Víctor Cuesta (INT), aquele ladrão de bolas que você respeita (já conta com 56), e que ainda pode tentar furar a defesa do time de Felipão (que vem numa boa sequência de jogos sem sofrer gols, mas quem sabe não termine nesta rodada?). Quem faz companhia é Igor Rabello (BOT), que recebe o Sport (que não vem nada bem), e tem tudo para terminar a rodada mantendo o SG.

Nas laterais, aquela dupla que deve aparecer em muitos times do Cartola: Reinaldo (SAO) e Pikachu (VAS). Os dois têm chances de conservarem o SG, roubarem algumas bolas e, quem sabe, o nosso pokémon preferido consiga marcar um gol...

No meio-campo o que não falta é boa opção. Um dos critérios que utilizei (e que deixaram vários queridinhos de fora) foi jogar em casa, em partidas que possam ser bem exigidos ou tenham chances de mitada. A escolha mais difícil foi entre Nenê (SAO) e Diego Souza (SAO), mas acabei ficando com o primeiro por dois motivos: alternar (já que DS apareceu por aqui recentemente) e porque Nenê tem 1 gol a mais. Simples. Mas qualquer um tem grandes chances de pontuar bem contra o Ceará. Quem também aparece por aqui é Andrey (VAS), Arrascaeta (CRU) e Patrick (INT), que leva a braçadeira de capitão. Aliás, grandes chances que eu troque de capitão mais umas mil vezes. A única certeza é que o escolhido vai ser deste setor aqui.

Depois de cogitar várias vezes escolher apenas um atacante, acabei optando por dois: João Rojas (SAO) e Rodrygo (SAN). O primeiro porque joga em casa contra o Ceará e pode deixar um gol ou uma assistência, e o segundo porque estou apostando na tentativa de recuperação do Peixe.

Para comandar essa turma vamos com Diego Aguirre (SAO), apostando fielmente no tricolor paulista, líder do Campeonato.


Por Adriane Adami @drica_adami | Site Cartoleiros
Dicas da Cartoleira #21: queremos mais! Dicas da Cartoleira #21: queremos mais! Reviewed by Adriane Adami on 8/25/2018 10:55:00 AM Rating: 5