Vai começar a Série B: os desafios do América de Givanildo Oliveira, o "Rei do Acesso"

Givanildo Oliveira será o técnico do América-MG para a série B, o "Rei do Acesso" vai vingar novamente?


Segundo maior treinador em número de jogos na história do América, Givanildo Oliveira iniciará mais uma competição nacional pelo clube do Horto. Figura emblemática do futebol brasileiro, Givanildo ganhou o apelido de "Rei do Acesso" por comandar várias equipes a subir de divisão, entre elas o Coelho em 3 diferentes oportunidades (1997, 2009 e 2015). Givanildo também coleciona grandes feitos no comando do time mineiro, sendo o primeiro treinador a ganhar títulos nacionais pelo clube (Série B de 1997 e Série C de 2009), além de trazer o time de volta a uma final estadual após 11 anos (em 2012) e posteriormente conquistar o Campeonato Mineiro de 2016.

Givanildo iniciou sua quinta passagem pelo Coelho no final de 2018, com a missão de salvar o time do rebaixamento nas cinco últimas rodadas do Campeonato Brasileiro daquele ano. A equipe, mesmo tendo esboçado uma reação nessa reta final, não se salvou e manteve o tabu de nunca permanecer por duas temporadas consecutivas na primeira divisão do futebol nacional. Para tentar voltar à elite, a opção da diretoria foi pela continuidade de Givanildo no cargo.

Desde o fim da temporada passada, era possível perceber que o elenco americano necessitava de uma renovação: além do excesso de jogadores experientes, o time possuía carências em várias posições do setor ofensivo, o que limitava o estilo de jogo proposto pelo treinador. Na reunião que decidiu por sua continuidade, Givanildo pediu uma renovação no plantel e teve uma sinalização positiva por parte da diretoria.

O principal destaque do Coelho em 2018 não resistiu ao assédio dos clubes interessados em seu futebol: o zagueiro Messias, pretendido por Internacional, Atlético e Cruzeiro, acabou sendo vendido para o futebol português. Outra baixa importante foi o goleiro João Ricardo, que se transferiu para a Chapecoense. Pelo lado positivo, o Coelho manteve o promissor Matheusinho, um dos poucos jogadores do elenco com facilidade de partir para cima do adversário driblando e encontrando espaços.

O ataque do América, setor mais criticado em 2018, ganhou novas caras que deixaram boas impressões no campeonato estadual: Felipe Azevedo, Júnior Viçosa e Neto Berola contribuíram com gols e assistências, aumentando o poder de fogo da equipe mineira. Além disso, o Coelho trouxe de volta Marcelo Toscano, jogador identificado com o clube, e revelou o jovem França, que ganha cada vez mais espaço e confiança. Cabe ao "Rei do Acesso" ajustar o necessário no time e ir em busca de mais uma boa temporada no comando do América. As expectativas são boas.
Vai começar a Série B: os desafios do América de Givanildo Oliveira, o "Rei do Acesso" Vai começar a Série B: os desafios do América de Givanildo Oliveira, o "Rei do Acesso" Reviewed by André Tolomelli on 4/22/2019 09:07:00 AM Rating: 5

Nenhum comentário

Ads Inter Below The Post
Image Link [https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRqVIOzmyqdK2lcaGlZw9HXTfucWeJuQ74VegAyI1naPVWo0AU1Bw] Author Name [MARCELO FIGUEIRA] Author Description [Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard] Facebook Username [none] Twitter Username [#] GPlus Username [none] Pinterest Username [none] Instagram Username [#]